Open Journal Systems

PRINCIPAIS INTERCORRÊNCIAS E DESFECHOS CLÍNICOS DE IDOSOS VÍTIMAS DE TRAUMA NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Ana Cristina Carvalho da Costa, Renata Costa Fortes

Resumo


Objetivo: Identificar as principais intercorrências e o desfecho clínico de idosos internados por causas traumáticas na
Unidade de Terapia Intensiva de um hospital de referência do Distrito Federal admitidos entre julho de 2012 e julho
de 2014. Método: Estudo retrospectivo analítico, com coleta de dados em prontuário. Os dados foram analisados com
os testes Qui-Quadrado e Mann-Whitney, considerando como significativo um valor de p<0,05. Resultados: Dentre 91
idosos, houve prevalência do sexo masculino e da queda da própria estatura, como mecanismo de lesão. As principais
intercorrências foram: infecção pulmonar, traqueostomia decorrente de intubação prolongada e choque séptico.
Observou-se alta mortalidade, 38 (41,7%), associada ao sexo masculino (p=0,029), às outras causas externas (p=0,03),
ao choque séptico (p=0,039) e à diálise (p=0,015). Conclusão: A maior gravidade apresentada favoreceu a ocorrência
de múltiplas intercorrências durante a internação na terapia intensiva; entretanto, apesar do pior prognóstico, os idosos
podem sobreviver ao trauma e suas complicações associadas.


Palavras-chave


Idoso; Causas externas; Ferimentos e lesões; Mortalidade; Unidade de terapia intensiva.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v23i3.55366