NOTIFICAÇÃO DE QUEDA DO PACIENTE CIRÚRGICO ANTES E APÓS TREINAMENTO EM SERVIÇO

Suelen Reiniack, Cristiane Ferraz da Silva, Marisol da Paz, Karinne Cristinne da Silva Cunha

Resumo


Estudo tipo antes-depois com objetivo de identificar registros e perfil de queda de paciente, executar e avaliar uma tecnologia educacional. Realizado no período de abril de 2015 a fevereiro de 2016, em uma unidade de internação cirúrgica de um hospital público no município do Rio de Janeiro. Verificou-se o registro de uma queda antes do treinamento (33,3 quedas por 1.000 paciente-dia) no período de setembro de 2015. Após um período de seis meses, verificou-se o registro de seis quedas notificadas adequadamente (162,2 quedas por 1.000 paciente-dia). Destas, quatro do sexo masculino possuíam em média 57,2 anos de idade, quatro estavam orientados, quatro foram da própria altura, uma do leito e uma da cadeira, sendo que duas obtiveram dano. Observou-se falha de notificação e prováveis subnotificações. Não há rotina de prevenção e nem formas de capacitação continuada, sendo imprescindível a implantação da escala de avaliação do risco de queda na instituição.


Palavras-chave


Enfermagem; Tecnologia educacional; Educação em saúde; Segurança do paciente.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v22i1.47656 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133