EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM PESSOAS USUÁRIAS DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

Roselma Lucchese, Fernanda Karla Nascimento, Ivânia Vera, Rodrigo Lopes de Felipe, Inaína Lara Fernandes, Alexandre de Assis Bueno

Resumo


O objetivo foi analisar a constituição de conhecimento entre pessoas em reabilitação do uso e abuso de drogas a partir de grupos de educação em saúde. Pesquisa convergente assistencial com indivíduos internados em comunidade terapêutica. Utilizou-se um questionário semiestruturado e autoaplicável para analisar o nível de conhecimento pré e pós-intervenção. A coleta ocorreu entre agosto de 2013 e fevereiro de 2014. Participaram do estudo 28 homens usuários de múltiplas substâncias psicoativas. Houve aumento nas definições de efeitos, reconhecimento de estratégias de reabilitação, classificação e ação de substâncias pelos participantes. A análise qualitativa revelou diferença na qualidade e na profundidade das respostas pré e pós-intervenção. A educação em saúde edificou o conhecimento dos saberes primários quanto ao uso abusivo de álcool e outras drogas, e sua correlação com o próprio comportamento, além de sua contextualização e reflexão acerca da reabilitação.

Palavras-chave


Usuários de drogas; Educação em saúde; Enfermagem; Saúde pública; Promoção da saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v21i4.47074 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133