MORTALIDADE POR ACIDENTES DE TRÂNSITO TERRESTRE: ANÁLISE COMPARATIVA

Marília Angelina Ferreira Papa, Danielle Wisniewski, Kelly Cristina Inoue, Carlos Alexandre Molena-Fernandes, Yolanda Dora Martinez Évora, Laura Misue Matsuda

Resumo


Estudo epidemiológico, descritivo, comparativo, cujo objetivo consistiu em comparar a mortalidade por
Acidentes de Transporte Terrestre nas coortes: 2006/2007 e 2009/2010, em Maringá-Paraná, Brasil. Realizou-se estatística
inferencial (Teste Qui-Quadrado) no programa Statistica8.0
®
. Constatou-se que os Acidentes de Transporte Terrestre são
os principais responsáveis pela mortalidade por causas externas; o coeficiente de mortalidade local foi de 34,98%, superior
ao nacional, principalmente entre pedestres, motociclistas e homens entre 20 a 39 anos. Na comparação das diferenças
do coeficiente de mortalidade das coortes, houve um aumento de 26,4%. Conclui-se que no município houve aumento do
coeficiente de mortalidade por Acidentes de Transporte Terrestre e, sugerem-se maiores investimentos em programas de
educação no trânsito, fiscalização e estudos que avaliem impacto da medida restritiva do uso de álcool e direção no trânsito.


Palavras-chave


Acidentes de trânsito; Epidemiologia; Mortalidade.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v19i1.35934 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133