CONHECIMENTO SOBRE TRIAGEM NEONATAL E SUA OPERACIONALIZAÇÃO

Ivanete Silva Santiago Strefling, Xênia Martins Monfrim, Wilson Danilo Lunardi Filho, Karen Knopp Carvalho, Ana Lucia Soares Azevedo

Resumo


Estudo exploratório-descritivo, de abordagem qualitativa, que objetivou descrever o conhecimento das enfermeiras sobre
a triagem neonatal e sua operacionalização. Participaram do estudo 13 enfermeiras, atuantes em sete unidades de Estratégia de Saúde
da Família em um município do sul do Rio Grande do Sul (RS), no período compreendido entre maio e julho de 2010. Os dados foram
coletados em entrevistas semiestruturadas e analisados através da técnica do “Discurso do Sujeito Coletivo”. As enfermeiras entrevistadas
demonstraram conhecimento acerca do exame de Triagem Neonatal, especificamente quanto à sua finalidade, o período ideal para coleta
de sangue e a técnica para coleta, assim como quanto às doenças que são rastreadas e quais delas o RS está habilitado para diagnosticar. No
decorrer deste estudo, ressaltou-se a importância de o profissional da enfermagem buscar continuamente capacitação técnico-científica. Por
outro lado, percebeu-se a necessidade dos gestores públicos proporcionem mais oportunidades de qualificação aos profissionais da saúde.


Palavras-chave


Enfermagem; Triagem Neonatal; Conhecimentos, atitudes e práticas em saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v19i1.35928 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133