DIFICULDADES DA REDE DE SAÚDE MENTAL E AS REINTERNAÇÕES PSIQUIÁTRICAS: PROBLEMATIZANDO POSSÍVEIS RELAÇÕES

Déborah Karollyne Ribeiro Ramos, Jacileide Guimarães, Simone Karine da Costa Mesquita

Resumo


Objetivou-se identificar dificuldades existentes na rede de saúde mental no Rio Grande do Norte,
Brasil e problematizar possíveis relações entre essas e as reinternações psiquiátricas no estado. Realizou-se
pesquisa exploratório-descritiva em abordagem qualitativa, cujo corpus originou-se da transcrição de entrevistas
semiestruturadas, aplicadas a 20 trabalhadores de um hospital psiquiátrico de referência estadual, entre junho
e agosto de 2011. Os resultados foram analisados por meio de análise de conteúdo temática. As categorias
analisadas neste artigo foram: funcionamento inadequado dos serviços extra-hospitalares; dificuldade de acesso
aos serviços substitutivos e a problemática da dependência química no contexto da atenção psicossocial.
Conclui-se que as problemáticas evidenciadas se configuram como desafios contemporâneos para a saúde
mental e expressam a necessidade de (re)visão da rede de saúde mental.


Palavras-chave


Saúde mental; Pesquisa nos serviços de saúde; Reforma dos serviços de saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v19i3.35382 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133