CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE ÚLCERAS POR PRESSÃO EM DUAS UNIDADES CIRÚRGICAS – PARTE 1

Nathalia Ingrid Crosewski, Débora de Sousa Lemos, Aline Batista Mauricio, Hellen Roehrs, Marineli Joaquim Meier

Resumo


Realizou-se um estudo de caso em um hospital de ensino, no período de dezembro de 2012 a
fevereiro de 2013, com objetivo de identificar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre as úlceras
por pressão em duas unidades cirúrgicas, com destaque para aspectos relativos à prevenção. Participaram 25
profissionais de enfermagem e utilizou-se um instrumento validado que considera conhecimento adequado
aos que obtiverem 90% de acertos ou mais. A média de acertos das unidades foi igual a 73,88%. Os erros
mais comuns: o conceito de estágio III das úlceras por pressão e a indicação de massagem em regiões de
proeminência óssea, elevação da cama a um ângulo superior de 30º, uso de luvas d’água, almofadas tipo
roda d’água, reposicionamento de pacientes sentados. Os resultados evidenciam a necessidade de atualização
sobre o tema úlceras por pressão de acordo com os guidelines.


Palavras-chave


Cuidados de enfermagem; Assistência à saúde; Úlceras por pressão.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v20i1.35097 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133