ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM E A PERSPECTIVA DA MULHER NO TRABALHO DE PARTO E PARTO

Jucimar Frigo, Debora Gonçalves Ferreira, Rosana Amora Ascari, Sandra Mara Marin, Edlamar Kátia Adamy, Grasiele Busnello

Resumo


Este estudo de abordagem qualitativa teve como objetivo identificar as práticas da assistência de enfermagem frente
ao trabalho de parto e parto em hospital público e a perspectiva da mulher neste processo. Os dados foram coletados por meio
de entrevista semiestruturada a 22 gestantes; verificou-se que a maioria realizou mais de seis consultas pré-natal e apresentou
cartão da gestante no momento da internação. Referente às orientações sobre o processo parturitivo as participantes referiram
estar adequadamente preparadas; e relataram dor de parto de 10 na Escala Analógica Visual. Foi referido encorajamento a ser
ativa no trabalho de parto, escolher o acompanhante, deambular e utilizar as práticas não farmacológicas de controle/alívio da
dor como orientações recebidas da equipe de saúde da instituição hospitalar.


Palavras-chave


Enfermagem obstétrica; Parto humanizado; Trabalho de parto.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i4.34934 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536