ATENÇÃO FARMACÊUTICA AO CUIDADOR DE PACIENTE COM DOENÇA DE ALZHEIMER

Geraci Oliveira Santos, Cláudia Zamberlan, Jane Beatriz Limberger

Resumo


Objetivou-se por meio deste estudo avaliar as necessidades de saúde de cuidadores de pacientes com Doença de
Alzheimer no que se refere ao autocuidado, identificando ocasiões favoráveis e propondo estratégias de intervenção farmacêutica
para a melhoria da qualidade de vida. O estudo caracteriza-se como descritivo e exploratório pelo método observacional. A
coleta de dados foi conduzida por meio da aplicação de questionário a 83 cuidadores, após a aprovação por comitê de ética em
pesquisa. Observou-se que os cuidadores eram, em sua maioria, mulheres, casadas, com filhos, com média de idade de 38,93 ±
11,42 anos, não praticantes de atividade física, com sobrecarga de atividades, gerando demandas em saúde e oportunidades de
atuação no cuidado farmacêutico. O desenvolvimento de ações e/ou intervenções que contemplem as necessidades observadas
favorece a qualidade de vida dos indivíduos e contribui com a assistência em saúde.
 


Palavras-chave


Doença de Alzheimer; Cuidadores; Atenção farmacêutica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i4.34920 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536