A TRAJETÓRIA DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DO IDOSO NO BRASIL: BREVE ANÁLISE

Mariluci Hautsch Willig, Maria Helena Lenardt, Marineli Joaquim Méier

Resumo


O texto tem como objetivo realizar uma análise da trajetória das Políticas Públicas do Idoso no Brasil. A construção deste artigo foi realizada com base na análise e reflexão a respeito de leis, decretos, eventos nacionais e internacionais, textos e artigos concernentes ao tema analisado, publicados no período de 1982 a 2010. Percebe-se que no âmbito internacional são significativas as contribuições das Assembleias Mundiais sobre Envelhecimento para a incorporação do conceito de envelhecimento ativo nas políticas públicas no Brasil. No contexto brasileiro destacam-se as iniciativas do Serviço Social do Comércio e da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia em prol do desenvolvimento das políticas de atenção ao idoso. Constata-se que a capacitação e formação específica em Geriatria e Gerontologia no Brasil são deficitárias e que a legislação brasileira direcionada aos idosos, apesar de bem estruturada e avançada, mostra-se incipiente em sua prática. 

Palavras-chave


Idoso; Política de saúde; Envelhecimento da população

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v17i3.29298 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536