REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DE AGENTES COMUNITÁRIOS: PISTAS PARA EDUCAÇÃO PERMANENTE

Christiano Adson Barbosa Lima, Antonio Luís Parlandin dos Santos, Arlete Marinho Gonçalves, Elizabeth Teixeira, Horácio Pires Medeiros

Resumo


Estudo de natureza qualitativa teve por objetivo analisar a estrutura das representações sociais de educação em saúde de agentes comunitários de saúde da cidade de Oriximiná - Pará; adotou-se como referencial a Teoria das Representações Sociais, numa perspectiva estrutural. Os dados foram coletados por meio de evocação livre à expressão educação em saúde de 61 agentes comunitários de saúde, processados pelo software EVOC2003 e analisados por meio do quadro de quatro casas. Os resultados indicam uma estrutura representacional positiva, revelando como elementos centrais da representação os termos prevenção e orientação, e apontam-se questões para nortear processos de educação permanente. Conclui-se que as representações estão relacionadas à teia complexa que envolve o agir dos agentes comunitários em saúde.

Palavras-chave


Educação em saúde; Educação continuada; Agentes comunitários de saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v17i1.26369 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133