O CONHECIMENTO DE PUÉRPERAS SOBRE A TRIAGEM NEONATAL

Ediálida Costa Santos, Maria Aparecida Munhoz Gaiva, Janaina Gomes dos Santos, Simone Mourão Abud

Resumo


A triagem neonatal, popularmente conhecida como “teste do pezinho”, permite rastrear indivíduos com probabilidade de apresentar determinadas patologias, realizando o diagnóstico em estágio precoce e instituindo tratamento específico, de modo a evitar sequelas graves e aumentar a sobrevida dos acometidos. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem quantitativa, realizado com 55 puérperas multíparas, cujos dados foram coletados por meio de questionário semiestruturado e teve como objetivo analisar o conhecimento das puérperas em relação à importância da triagem neonatal. Os resultados apontam baixa compreensão das puérperas a respeito da importância da triagem, apesar de a maioria ter conhecimento da realização do exame nos filhos; elas desconheciam a idade ideal para realizar a triagem e receberam informação de enfermeiros sobre o teste no momento da alta hospitalar. Diante o exposto, faz-se necessário incluir o tema nas consultas pré-natal e repensar sobre os métodos de orientações empregados às mães.

Palavras-chave


Triagem neonatal; Recém-nascido; Educação em saúde; Enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v16i2.21817 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico 2176-9133 / ISSN Impresso 1414-8536