CONHECIMENTO DE ADOLESCENTES MULHERES SOBRE CONTRACEPÇÃO

Valéria Silvana Faganello Madureira, Ana Isabel Weber

Resumo


Estudo quantitativo investigou o conhecimento de adolescentes sobre contracepção e foi realizado no segundo semestre de 2006. Os dados foram coletados com um questionário aplicado a 76 meninas com idade entre 13 e 18 anos que manifestaram interesse e obtiveram o consentimento escrito dos pais e/ou responsáveis. As principais fontes de informações sobre contracepção foram os pais, revistas, livros, jornais e profissionais da saúde; a camisinha masculina e a pílula foram os métodos conhecidos pela maioria das participantes. Ilustrando as desigualdades de poder nas relações de gênero, a confiança no parceiro ou a solicitação feita por esse são argumentos aceitos pelas adolescentes para negligenciar o uso do método anticoncepcional. Os resultados confirmaram que conhecer os métodos contraceptivos não é determinante para o seu uso, configurando a necessidade de maiores investimentos na educação sexual das adolescentes.


Palavras-chave


Adolescente; Anticoncepção; Educação em saúde; Gênero e saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v16i2.20234 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133