O ACOMPANHANTE NO MOMENTO DO TRABALHO DE PARTO E PARTO: PERCEPÇÃO DE PUÉRPERAS

Andressa Suelly Saturnino de Oliveira, Dafne Paiva Rodrigues, Maria Vilaní Cavalcante Guedes, Gilvan Ferreira Felipe, Francisca Tereza de Galiza, Lidiane Colares Monteiro

Resumo


Estudo descritivo, qualitativo, realizado em hospital público de nível secundário em Fortaleza – Ceará, com 14 puérperas, com o objetivo de analisar sua percepção acerca da presença/participação do acompanhante durante o trabalho de parto e o parto. A coleta de dados aconteceu entre agosto e setembro de 2009, por meio de entrevista semiestruturada gravada e as falas foram organizadas e analisadas com base na análise de conteúdo. As atividades desempenhadas pelos acompanhantes foram conversar, proporcionar apoio e segurança e explicar eventos desconhecidos. A importância da participação do acompanhante se centrou na minimização dos sentimentos de solidão que se somavam às dores das parturientes. Verificou-se o valor atribuído à escolha de pessoas conhecidas, com destaque para as mães. Concluiu-se que o cuidado proporcionado pelos acompanhantes se mostrou imprescindível para garantir conforto e bem-estar às mulheres no momento da parturição.

Palavras-chave


Parto humanizado; Trabalho de parto; Acompanhantes de pacientes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v16i2.20201 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133