AÇÕES EDUCATIVAS DE ENFERMAGEM EM SAÚDE BUCAL DE IDOSOS EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA

Denise Somavila Przylynski, Marlene Teda Pelzer, Silvana Sidney Costa dos Santos, Marília Egues da Silva, César Francisco Silva da Costa, Adriano Baraciol Gasparim

Resumo


Foram objetivos deste estudo: conhecer a percepção da saúde bucal de idosos residentes em uma Instituição
de Longa Permanência para Idosos-ILPI; identificar a presença de interferências nas relações interpessoais em idosos com
condição bucal comprometida; orientar o idoso residente acerca de higienização bucal por meio de ações educativas.
Pesquisa qualitativa, realizada em uma ILPI no Rio Grande-RS, Brasil, com 32 idosos residentes. Os dados foram coletados
utilizando-se formulário estruturado, cuja análise foi realizada seguindo-se os passos da pesquisa convergente-assistencial.
Os resultados corroboram a expectativa dos pesquisadores: os idosos sujeitos deste estudo possuem uma saúde bucal
insatisfatória e sua socialização pode estar comprometida, uma vez que os dentes afetam a mastigação, fonação, deglutição
e a estética, o que interfere diretamente na qualidade de vida. Ações educativas adequadas podem contribuir para melhoria
na saúde bucal desses idosos.

Palavras-chave


Saúde bucal; Idoso; Educação em saúde; Enfermagem; Oral health; Aged; Health education; Nursing; Salud bucal; Anciano; Educación en salud; Enfermería

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v14i4.16385 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133