SEROPREVALENCE OF LEISHMANIASIS, TOXOPLASMOSIS, AND LEPTOSPIROSIS IN THE DOMESTIC FAUNA OF AN ANTHROPIZED ENVIRONMENT OF THE ATLANTIC FOREST IN THE CITY OF RIO DE JANEIRO

Renato Orsini Ornellas, Carlos José de Lima Barbosa Filho, Daniela Duarte Alves de Albuquerque, José Luís Passos Cordeiros, Isabella Dib Ferreira Gremião, Sandro Antônio Pereira, Hélio Langoni, Joelene Rosa dos Santos, Vinícius Silva Belo, Fabiano Borges Figueiredo

Resumo


O Campus da Fiocruz Mata Atlântica (CFMA) representa uma das principais frentes de crescimento urbano da cidade do Rio de Janeiro. O presente estudo avalia o ambiente associado à soroprevalência de leishmaniose visceral canina (LVC), toxoplasmose e leptospirose em cães e de toxoplasmose em gatos e aves de produção pertencentes aos moradores do CFMA. Amostras de sangue obtidas pelo censo foram utilizadas para avaliar a frequência de prevalência através de ensaios sorológicos. A proporção de soroprevalência de toxoplasmose, leptospirose e LVC em cães foi de 37,2%, 6,2% e 1,2%, respectivamente. A soroprevalência de leptospirose foi significativamente menor (P = 0,03) em cães de áreas antropizadas (3%), mas essa foi a única região com casos de leishmaniose. Para toxoplasmose, houve maior soroprevalência (50%) em cenários rurais. Nos gatos, a soroprevalência de toxoplasmose foi de 32,1% e em aves foi de 18,1%. A soroprevalência nesses animais foi semelhante nos ambientes estudados. Os resultados demonstram a soroprevalência de Leishmania sp., Toxoplasma gondii e Leptospira spp. em cães, gatos, galinhas e patos residentes em ambientes antropizados da Mata Atlântica, no município do Rio de Janeiro, sendo possível, ainda, associar os resultados entre essas espécies de animais domésticos e o ambiente de moradia.


Palavras-chave


animais domésticos; Leptospira sp.; Leishmania sp.; Toxoplasma gondii; zoonoses

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v25i2.72238

 Creative Commons License