IMAGEM DE BRASILEIRO EM LIVROS DIDÁTICOS DE PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS

Oriana de Nadai Fulaneti

Resumo


Com o advento da globalização e de outros fenômenos mundiais, vem crescendo nos últimos trinta anos a quantidade de estrangeiros interessados no Brasil como um destino de residência ou de estabelecimento de parcerias educacionais e profissionais e, concomitantemente, há um aumento no interesse pelo conhecimento da língua portuguesa. Nesse contexto, o presente artigo analisa o livro didático Bem-Vindo! – A língua portuguesa no mundo da comunicação, com o objetivo de verificar a imagem de brasileiro aí presente, trazendo contribuições para a discussão sobre o material didático de PLE produzido em nosso país. Para isso, realizamos a análise do material à luz da teoria semiótica discursiva. Adotando a perspectiva de Benveniste, a semiótica francesa considera que o enunciado é produto de um ato de linguagem no qual um enunciador, levando em consideração seu enunciatário, realiza inúmeras escolhas enunciativas na produção de seu enunciado. A recorrência de determinados traços ao longo dos textos delineia um estilo, um modo de dizer, que confere à totalidade estudada uma identidade e projeta uma imagem (ethos) do sujeito da enunciação (enunciador e enunciatário). Como resultados, tem-se o predomínio da imagem de um cidadão globalizado, que trabalha no mundo corporativo e reside em grandes centros.    


Palavras-chave


Livro didático de Português para Estrangeiro; imagem de Brasileiro; Semiótica Discursiva; Ethos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rvx.v12i2.51228

Revista X. ISSN: 1980-0614