ANÁLISE DO POTENCIAL DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PEQUENO EM SÃO JOSÉ DOS PINHAIS/PR, POR MEIO DO DFC - DIAGNÓSTICO FÍSICO CONSERVACIONISTA

Anderson Mendes CHUEH, Leonardo José Cordeiro SANTOS

Resumo


O objetivo deste artigo é aplicar a metodologia do Diagnóstico Físico-Conservacionista (DFC), e a partir desta metodologia e de algumas adaptações demonstrar os resultados obtidos na análise do potencial de degradação dos recursos naturais da bacia hidrográfica do rio Pequeno. A área de estudo localiza-se em São José dos Pinhais/PR, sendo que esta bacia encontra-se no limite da expansão da RMC - Região Metropolitana de Curitiba - e experimenta intenso conflito entre as possibili-dades e necessidades de ocupação e uso do solo.

Palavras-chave


Bacia hidrográfica; uso do solo; degradação; recursos naturais; Hydrographic basin; use of the soil; degradation; natural resources

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, S. B. do. Aspectos da relação entre uso - ocupaçãodo solo e qualidade da água na bacia hidrográfica do RioPequeno - São José dosPinhais/Pr.Curitiba, 2002. 115 p.Dissertação (Mestrado em Gestão Ambiental) - Departamentode Geografia, Setor de Ciências da Terra, UniversidadeFederal do Paraná.

BELTRAME, A. V. Diagnóstico do meio físico de baciashidrográficas: modelo e aplicação. Florianópolis: UFSC, 1994.

_____.Proposta metodológica para diagnóstico do meio físicocom fins conservacionistas de pequenas bacias hidrográficas- um estudo da bacia do rio do Cedro (Brusque - SC).Florianópolis, 1990. Dissertação (Mestrado) - UniversidadeFederal de Santa Catarina.

BOIKO, J. D. Mapeamento preliminar da fragilidade ambientalda bacia hidrográfica do rio Pequeno, Região Metropolitanade Curitiba. Curitiba, 2000. Monografia (Conclusão de Curso) 1- Departamento de Geografia, Setor de Ciências da Terra,Universidade Federal do Paraná.

CHUEH, A. M. Legislação ambiental e meio ambiente na baciahidrográfica do rio Pequeno: situação atual e possibilidades.Curitiba, 2000. Monografia (Conclusão de Curso) -Departamento de Geografia, Setor de Ciências da Terra,UFPR.

COMEC. Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba.Relatório ambiental da Região Metropolitana de Curitiba.Curitiba, 1997.

EMBRAPA.Mapa de solos do Estado do Paraná. Escala1:600.000. Curitiba, 1974.

_____.Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília,1999. 412 p.

FERRETTI, E. R. Diagnóstico físico conservacionista - DFCda bacia do rio Marrecas - sudoeste do Paraná. Curitiba, 1998.194 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal doParaná.

GUIMARÃES, J. L. B. A relação entre a ocupação do solo e ocomportamento hídrico na bacia hidrográfica do rio Pequeno- São José dos Pinhais - PR. Curitiba, 2000. Dissertação(Mestrado em Conservação da Natureza) - Setor de Agrárias,Universidade Federal do Paraná.

KLEIN, R. M.; HATSCHBACH, G. Fitofisionomia e notas sobre avegetação para acompanhar a planta fitogeográfica do municípiode Curitiba e arredores (Paraná). Boletim da Universidade doParaná, Curitiba, Instituto de Geologia, n.4,1962.

PARANÁ, Secretaria de Estado do Meio Ambiente e RecursosHídricos.Mapeamento da Floresta Atlântica do Estado doParaná: cartilha de apoio à interpretação das cartas devegetação. Curitiba, 2002.

PUNDEK, M. Utilização prática da equação de perdas de solopara as condições de Santa Catarina.In: SANTA CATARINA.Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Manualde uso, manejo e conservação: projeto de recuperação,conservação e manejo dos recursos naturais em microbaciashidrográficas. 2. ed. Florianópolis: Epagri, 1994. p. 99-131.

ROCHA, A. L. Caracterização ambiental, hidrogeológica egeoquímica dos depósitos aluvionares da bacia hidrográficado rio Pequeno - Região Metropolitana de Curitiba - PR.Curitiba, 1996. 157 p. Dissertação (Mestrado em GeologiaAmbiental), Universidade Federal do Paraná.

RODERJAN, C. V. et al. As unidades fitogeográficas do Estadodo Paraná, Brasil. Revista Ciência e Ambiente - Fitogeografiado Sul da América, Santa Maria - RS, Universidade Federalde Santa Maria, n. 24, p. 75 -92, 2002.

RUFINO, R. L. et al. Determinação do potencial erosivo dachuva do Estado do Paraná: terceira aproximação. RevistaBrasileiraCi., Campinas, v. 17, 1993, p. 439 - 444.

SANTOS, C. I. S. dos. Avaliação de perdas de solo por erosãohídrica na Bacia Hidrográfica do Rio Pequeno - São José dosPinhais/Pr. Curitiba, 2002. 69 p. Monografia (Conclusão deCurso) - Departamento de Geografia, Setor de Ciências daTerra, Universidade Federal do Paraná.

SANTOS, I. dos Modelagem geobiohidrológica comoferramenta no planejamentoAmbiental: Estudo da baciahidrográfica do rio Pequeno - São José dos Pinhais/Pr.Curitiba, 2001. 92 p. Dissertação (Mestrado em Ciência doSolo) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal doParaná.

SANTOS, M. Metamorfose do espaço habitado. 4. ed. SãoPaulo: Hucitec,1996.

TONETTI, J. B. Mapa integrado de ambientes cominstabilidade potencial na bacia do rio Pequeno - São Josédos Pinhais. Curitiba, 1993. Monografia (Especialização) -Departamento de Geologia, Universidade Federal do Paraná.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v10i0.4987

Direitos autorais

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009