n. 25 - A DINÂMICA DO ACESSO À EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA: DO PÚBLICO AO PRIVADO

Jailson Batista dos Santos, Edineide Jezine Mesquita Araújo

Resumo


O presente artigo tem como objetivo discutir a relação entre o público e o privado no âmbito do acesso às Instituições de Educação Superior Brasileiras (IES), a partir da descrição do número de instituições, ingressantes, oferta de vagas e matriculas a nível de Brasil, Nordeste e Paraíba, considerando os impactos gerados pelas políticas públicas de acesso (Fies e ProUni) no contexto neoliberal. Fundamentamos a discussão em dados do Censo da Educação Superior (INEP) (2010-2017), e em pesquisas desenvolvidas pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Superior e Sociedade (GEPESS/UFPB) (CASTELO BRANCO; JEZINE; NAKAMURA, 2015), dentre outras fontes. Os resultados apontam que o processo de expansão das IES brasileiras apresenta um crescimento significativo de ingressantes na rede privada de ensino, no âmbito Nacional, Regional e Local. Tal crescimento representa os impactos das políticas de acesso (Fies e ProUni) que, ao longo dos anos, vêm reforçando a supremacia do setor privado sobre o setor público, acompanhando a lógica do projeto neoliberal.


Palavras-chave


Acesso; Educação Superior; Políticas Públicas; Público e Privado.

Texto completo:

PDF

Referências


CASTELO BRANCO, Uyguaciara Veloso; JEZINE, Edineide; NAKAMURA, Paulo Hideo. Políticas de Expansão, Acesso e Permanência na UFPB (1996 – 2012). 2015. Disponível em Acesso em: 20 de out. 2018.

FELINTO, Jislayne Fidelis. Políticas de Educação Superior: os desafios do acesso e permanência no contexto da expansão da Universidade Federal da Paraíba. Os desafios do Acesso e da permanência na Educação Superior no contexto das Políticas de inclusão social. Relatório PIBIC/UFPB. 2015.

GENTILI, P. Neoliberalismo e educação: manual do usuário. In: SILVA, T. T. da & GENTILI, P. (Orgs.). Escola S.A.: quem ganha e quem perde no mercado educacional do neoliberalismo. Brasília, DF: CNTE, 1996.

HOFLING, Eloisa de Mattos. ESTADO E POLÍTICAS (PÚBLICAS) SOCIAIS. Cad. CEDES vol. 21. n.55. Campinas. Nov. 2001. Disponível em: Acesso em: 10 de nov. 2018.

MANCEBO, Deise. Educação superior no brasil: expansão e tendências (1995-2014). In: 37ª Reunião Anual da ANPEd. 2015. Disponível em: Acesso em: 21 jan. 2018.

PRESTES, Emília; JEZINE, Edineide; SCOCUGLIA, Afonso. Democratização do Ensino Superior Brasileiro: O caso da Universidade Federal da Paraíba. Rev. Lusófona de Educação n.21 Lisboa. 2012. Disponível em: Acesso em: 20 de dez. 2018.

SANTOS, Jailson. Políticas de acesso à educação superior e o perfil sócio econômico dos ingressos pelo SISU e políticas de cotas em cursos de alto e baixo prestígio social na UFPB. In: Políticas de Acesso e Permanência à Educação Superior: os impactos do SISU e das políticas de cotas no contexto de inclusão na Universidade Federal da Paraíba. Relatório PIBIC/UFPB. 2017.

SOUSA, V. José. Aumento de vagas ociosas na educação superior brasileira (2003-2008): redução do poder indutor da expansão via setor privado? In: 33ª Reunião Anual da ANPEd. 2010. Disponível em: Acesso em: 15 dez. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v13i0.64492

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Publicado pelo Núcleo de Políticas Educacionais (NuPE) e pela linha de pesquisa em Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Published by Educational Policies Research Centre (NuPE) and by Educational Policy Research Group at Graduate Program in Education (PPGE / UFPR), Federal University of Paraná (UFPR), Brazil.

Contatos: +55 41 35356264

E-mail: jpe@ufpr.br