Distribuição de oportunidades educacionais: políticas para a escolha da escola em redes municipais de ensino

Ana Lorena Bruel

Resumo


Os objetivos deste trabalho se concentraram em estudar a política de distribuição de oportunidades educacionais nas redes municipais do Rio de Janeiro e de Curitiba, analisando as mudanças estabelecidas pelas políticas de normatização da matrícula para o Ensino Fundamental nos dois municípios. Ao longo da pesquisa procurou-se conhecer as regras de atribuição de vagas aos estudantes, a partir da construção de uma análise sobre a normatização municipal que regulamenta a matrícula dos estudantes no ensino fundamental e as alterações provocadas pela política implementada. A metodologia de pesquisa envolveu a realização de análise documental e entrevistas com servidores das duas redes de ensino. Os resultados da pesquisa sugerem que a reflexão sobre a democratização do acesso à Educação Básica não se esgota na existência de vagas e atendimento à demanda manifesta, tendo em vista a diversificação de oportunidades e a segmentação das escolas e das famílias que a elas acessam, mesmo nas redes públicas de ensino.


Palavras-chave


Política educacional; Distribuição de oportunidades educacionais; Política de acesso à Educação Básica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v10i19.49953

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Publicado pelo Núcleo de Políticas Educacionais (NuPE) e pela linha de pesquisa em Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Published by Educational Policies Research Centre (NuPE) and by Educational Policy Research Group at Graduate Program in Education (PPGE / UFPR), Federal University of Paraná (UFPR), Brazil.

Contatos: +55 41 35356264

E-mail: jpe@ufpr.br