Política educacional pública e sindicalismo docente na Região Metropolitana de Curitiba (PR)

Andréa Barbosa Gouveia, Marcos Alexandre Ferraz

Resumo


As políticas educacionais brasileiras, nos anos 1990 orientaram-se pela descentralização e pela otimização de recursos, princípios, até então, pertinentes às reformas educacionais. Esta perspectiva estava em consonância com a cultura política que dialogava com poderes locais, este encontro ampliou a municipalização do ensino, construiu ummodelo de financiamento uniforme e colocou o controle dos recursos na agenda sindical docente. Em um momento de investida de políticas de localização do conflito, a atuação dos servidores nos conselhos de fiscalização de políticas públicas pôde produzir um cenário de invenção democrática. Este artigo avalia a organização dos professores da Região Metropolitana de Curitiba, diante desta agenda.

Palavras-chave


Política Pública; Financiamento da educação; Sindicalismo docente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v5i10.26293

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Publicado pelo Núcleo de Políticas Educacionais (NuPE) e pela linha de pesquisa em Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Published by Educational Policies Research Centre (NuPE) and by Educational Policy Research Group at Graduate Program in Education (PPGE / UFPR), Federal University of Paraná (UFPR), Brazil.

Contatos: +55 41 35356264

E-mail: jpe@ufpr.br