Partidos e políticas públicas: o atendimento à infância em situação de risco em Ribeirão Preto-SP (1993-2000

Gislayne Cristina Figueiredo Vasquez, José Marcelino Rezende Pinto

Resumo


Uma discussão central no âmbito das políticas públicas refere-se à forma como as políticas públicas na área social se relacionam com o ideário dos partidos à frente da administração pública. Nesse trabalho, avaliamos o impacto da mudança de administração municipal em Ribeirão Preto no atendimento à infância em situação de risco, observando como o ideário político-partidário influenciou as políticas sociais. Para isso, analisamos os programas de governo dos partidos vencedores dos pleitos de 1992 (PT) e 1996 (PSDB) e as ações efetivamente realizadas para a área. Os resultados indicam que, enquanto a gestão do PT mostrou forte ênfase nas políticas sociais através da ação direta do poder público, a gestão do PSDB tinha como enfoque prioritário o desenvolvimento econômico e, embora não tenha reduzido os recursos para a área da infância, priorizou a sua aplicação através de entidades privadas (ONGs).

Palavras-chave


Políticas públicas; políticas de atendimento; crianças e adolescentes em situação de risco; partidos políticos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v3i6.20536

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Publicado pelo Núcleo de Políticas Educacionais (NuPE) e pela linha de pesquisa em Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Published by Educational Policies Research Centre (NuPE) and by Educational Policy Research Group at Graduate Program in Education (PPGE / UFPR), Federal University of Paraná (UFPR), Brazil.

Contatos: +55 41 35356264

E-mail: jpe@ufpr.br