Open Journal Systems

MANIFESTAÇÕES CULTURAIS NO LITORAL: O CASO DA PRAIA DE IRACEMA, EM FORTALEZA-CE

Jessica Mesquita Barbosa, Davis Pereira de Paula

Resumo


Fortaleza é uma cidade litorânea com uma cultura plural territorializada em seus 121 bairros, que direta ou indiretamente fazem uso dos espaços costeiros para o desenvolvimento de atividades de lazer, recreação e cultura. Do total de bairros, apenas 15 são categoricamente litorâneos, ou seja, têm fronteira com o mar. Desses, o bairro da Praia de Iracema, historicamente, é o espaço litorâneo que mais sofreu transformações paisagísticas e culturais nos últimos 100 anos. Hoje, a Praia de Iracema é um dos principais pontos turísticos da capital cearense e uma das áreas mais procuradas pelo fortalezense para o desenvolvimento de atividades de lazer e recreação. Trata-se de um espaço com diversidade de serviços, eventos, lazer, música e arte em geral, com manifestações culturais que ocorrem em todo o local, organizadas por diversos grupos sociais. Assim, este estudo analisa como as diferentes paisagens da praia se formam com base nas manifestações culturais que nela acontecem e como elas repercutem em Fortaleza. Mediante uma abordagem regressiva-progressiva de Henri Lefebvre, com base em fatos pretéritos e atuais, o artigo analisa como se deram e se dão seus processos de uso – desde seu uso como porto, passando pelo uso médico, veraneio e atualmente de recreação e turismo. Fundamentado nessas discussões, analisamos como a espacialização da praia influencia sua dinâmica urbana e paisagística atual, e consequentemente, a imagem cultural e social de Fortaleza.


Palavras-chave


Manifestações culturais; Praia de Iracema; Litoral.

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v16i1.76762