REDE URBANA E TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERESTADUAL DE PASSAGEIROS NAS ARTICULAÇÕES ENTRE O “ENTORNO IMEDIATO DE LONDRINA(PR)” E O MUNICÍPIO DE SÃO PAULO(SP)

Bruno Candido dos Santos

Resumo


O transporte rodoviário de passageiros é elemento importante no estudo do território brasileiro, pois engendra um conjunto de fluxos de pessoas que abrange parte considerável do país. Trata-se de uma atividade econômica dotada de função social central para prover deslocamentos aos cidadãos brasileiros. A capilaridade do ônibus rodoviário propicia um conjunto amplo de interações espaciais em pontos distintos da rede urbana brasileira, congregando centros de portes diversos. Diante de tais premissas, este artigo debaterá as articulações entre os centros urbanos paranaenses de Cambé, Ibiporã e Rolândia, que formam o “Entorno Imediato de Londrina”, com o município de São Paulo. Para tanto, parte da retomada do percurso histórico da formação de Londrina desde seus primórdios, de modo a evidenciar suas articulações com a capital paulista e o processo que consolidou a cidade paranaense como um dos principais centros urbanos de porte médio do Brasil, para posteriormente debater aspectos dos deslocamentos pendulares entre os municípios paranaenses considerados, o que reforça a centralidade londrinense. Por fim, faz a discussão de dados acerca das cidades que formam o “Entorno Imediato de Londrina”, com ênfase no transporte rodoviário interestadual de passageiros, para discutir também aspectos normativos e operacionais desta atividade econômica.


Palavras-chave


Transporte rodoviário de passageiros, rede urbana, mobilidade pendular, Entorno Imediato de Londrina, cidades médias.

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v15i2.71967

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Geografar ISSN: 1981-089X