RECENTE EXPANSÃO INDUSTRIAL NO NORDESTE CATARINENSE: MUNICÍPIO DE ARAQUARI

Lis Graziela Orjecoski

Resumo


A gênese da industrialização em Santa Catarina ocorreu no final do século XIX nas áreas de colonização germânica do Vale do Rio Itajaí (Blumenau) e Nordeste Catarinense (Joinville). A presença de infraestrutura de transportes e energética (rodovias federais e estaduais, estrada de ferro, porto e aeroporto), acrescida do apoio público, remete a região Nordeste de Santa Catarina a uma posição estratégica no contexto do mercado nacional e do comércio internacional, resultando na expansão do parque fabril para municípios vizinhos, como é o caso de Araquari, localizado nas margens da BR 280, entre Joinville e o porto de São Francisco do Sul. Este trabalho analisa as recentes transformações espaciais de Araquari advindas com a instalação de indústrias no município. Para tanto, utiliza como sustentação teórica os referenciais de formação sócio-espacial e dinamismo econômico do Brasil Meridional. Os procedimentos metodológicos foram: revisão da literatura, realização de entrevistas semiestruturadas e saídas de campo. Verificou-se que o transbordamento urbano-industrial de Joinville para Araquari é promovido pela oferta de terrenos com preços acessíveis e disponibilidade de mão-de-obra, além dos subsídios governamentais. Esse aumento industrial induziu a expansão urbana municipal, por meio da proliferação de loteamentos para população de baixa renda e expansão da área fabril.

Palavras-chave


Palavras-chave: Araquari; Crescimento urbano; Expansão industrial.

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v14i2.65250



Revista Geografar ISSN: 1981-089X