A EMERGÊNCIA DE UM NOVO PARADIGMA PARA PRESERVAÇÃO DO TERRITÓRIO DA PECUÁRIA FAMILIAR NO PAMPA BRASILEIRO

Tatiane Almeida Netto, Letícia Fátima de Azevedo

Resumo


Este estudo discute questões relacionadas aos conflitos territoriais, na presença de um rural reconfigurado e diverso na premissa do desenvolvimento rural sustentável frente à um paradigma agroecológico. Apresenta estratégias agroecológicas que promovem a permanência do pecuarista familiar fortalecendo seus laços com o ecossistema, sua produção e seu modo de vida. Os instrumentos de pesquisa utilizados foram a pesquisa bibliográfica e empírica das metodologias e estratégias agroecológicas que abrangem os conceitos que norteiam a pesquisa: agroecologia, pecuária familiar e ecossistema Pampa. Para tanto, foi realizada uma visita técnica em uma unidade demonstrativa do Projeto RS Biodiversidade, localizada em Santana do Livramento-RS, com foco no pastoreio rotativo, entrevista junto ao proprietário-produtor e o técnico da Emater responsável pela execução da atividade. Como resultados destaca-se o incremento da eficiência produtiva e a promoção da conservação ambiental no Pampa, utilizando recursos locais e provocando a eficiência do agroecossistema para a preservação da pecuária familiar.


Palavras-chave


Agroecologia; Pampa; Pecuarista familiar; Recursos naturais.

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v14i2.61583

Revista Geografar ISSN: 1981-089X