APLICAÇÃO DE TÉCNICAS GEOMORFOMÉTRICAS PARA CLASSIFICAÇÃO DE FORMAS DO RELEVO EM CAMPO LARGO, ESTADO DO PARANÁ - BRASIL

Soraia Maria Alves Gomes, Ricardo Michael Pinheiro Silveira, Claudinei Taborda da Silveira

Resumo


A geomorfometria serve como base a mapeamentos geomorfológicos através dos Modelos Digitais do Terreno (MDTs) e seus derivados, os atributos topográficos, que são atualmente as principais variáveis para a compartimentação de relevo e identificação de unidades morfológicas. Assim, este estudo busca identificar, distinguir e caracterizar tipos de formas de relevo adequado ao 4º nível taxonômico (ROSS, 1992), compreendendo a escala 1:100.000, através de atributos topográficos derivados do MDT. Foi selecionado como recorte geográfico a folha topográfica MI 2841-4, denominada Campo Largo, localizada na transição entre o Primeiro Planalto Paranaense e o Segundo Planalto Paranaense. O MDT gerado da área possui resolução espacial de 10 metros, e deste derivou-se os atributos topográficos declividade, amplitude altimétrica e relevo sombreado, utilizando o software de SIG ArcGis 10.1 (ESRI, 2012). Através de técnica de classificação do relevo, amparados pela análise de valores de classes obtidas com combinação por meio de álgebra de mapas e interpretação dos dados quantitativos condizentes com a realidade em campo, chegou-se a cinco unidades morfométricas distintas. Após análise e interpretação destas, foram encontrados seis tipos de formas de relevo ao todo: colinas, colinas onduladas, morrotes, morros, morros declivosos, cornija de cuesta e tálus cuestiforme. As formas de relevo predominante são os morrotes perfazendo 27,91% da área, seguido das colinas com 24,75% e as com menor ocorrência são cornija de cuesta e tálus cuestiforme, encontradas apenas no entorno da escarpa. O método utilizado demonstrou ser eficiente e aplicável, possibilitou discernir formas de relevo, bem como destacou o potencial para classificações geomorfométricas.


Palavras-chave


Geomorfometria; Atributos topográficos; Modelo Digital do Terreno; Mapeamento Geomorfológico

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v13i1.56463

Revista Geografar ISSN: 1981-089X