A PERCEPÇÃO DA PAISAGEM DO MUNICÍPIO DE CARATINGA, MG: UM OLHAR DOS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA

Daniela Martins Cunha, Altino Barbosa Caldeira

Resumo


O artigo realiza um diagnóstico da percepção que os estudantes do curso de graduação em Geografia possuem em relação às paisagens de Caratinga, MG. Os procedimentos metodológicos utilizados foram: aplicação de questionários aos estudantes com a finalidade de caracterizá-los e constatar o conceito de paisagem que os mesmos possuem; elaboração, pelos estudantes, de mapas mentais da paisagem de Caratinga e, análise e interpretação dos mapas mentais segundo a metodologia de Kozel (LIMA e KOZEL, 2009; KOZEL e GALVÃO, 2008). O principal aspecto considerado nas discussões dos resultados foi a relação do mapa mental realizado pelos estudantes com o conceito que eles possuem sobre paisagem, o que, por conseguinte possibilitou a percepção do conceito de paisagem construído pelo grupo. As análises dos mapas mentais revelam aspectos da paisagem natural e cultural demonstrando a complexidade do conceito. Os mapas mentais evidenciam que a compreensão do conceito de paisagem perpassa pela integração do natural com o antrópico como elementos constituintes de uma paisagem.


Palavras-chave


Geografia Humana e Cultural; Percepção; Mapas Mentais; Paisagem.

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v13i1.56049

Revista Geografar ISSN: 1981-089X