A LEITURA DO MUNDO E O ENSINO DE GEOGRAFIA: A DOCÊNCIA EM FOCO

Samara Mirelly da Silva, Vicente de Paula Leão

Resumo


A formação docente e o ensino de Geografia nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (AIEF) são o cerne das discussões presentes neste artigo. A leitura da palavra-mundo anunciada por Paulo Freire, apresenta-se como possibilidade entre a leitura do espaço da vida e a alfabetização. Logo, o diálogo entre esta e o conhecimento geográfico, exige dos professores clareza teórico-metodológica. Contudo, o modo com que os cursos de Pedagogia, responsáveis pela formação inicial dos docentes dos AIEF, contemplam as áreas específicas nem sempre os fazem cumprir satisfatoriamente com seus objetivos. Concomitantemente, em um mundo altamente plural, complexo e dinâmico, não se pode ignorar a formação permanente e a atitude de professor- pesquisador como feitios essenciais à práxis docente. Parte-se da premissa de que o ensino significativo de Geografia nos AIEF pode contribuir para a alfabetização com vistas à cidadania e, consequentemente, a uma educação crítica e libertadora na perspectiva freireana. Considera-se, desse modo, que a formação (inicial e continuada) tem papel salutar na promoção da leitura da palavra-mundo nessa etapa da escolarização.


Palavras-chave: Formação docente; Prática docente; Geografia; Leitura palavra-mundo.


Palavras-chave


Formação docente; Prática docente; Geografia; Leitura palavra-mundo.

Texto completo:

AUTORIZAÇÃO ARTIGO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v12i2.54144



Revista Geografar ISSN: 1981-089X