DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO DA LAGOA - MUNICÍPIO DE AMAMBAI, MATO GROSSO DO SUL - BRASIL

Alexandre da Silva Gonçalves, André Geraldo Berezuk

Resumo


O Córrego da Lagoa, com uma extensão de 6,28 quilômetros, e bacia hidrográfica com aproximadamente 15 km², encontra-se parcialmente localizado na área urbana do município de Amambai/MS, cidade localizada na região sul do Estado de Mato Grosso, dotado de uma população de 34.736 habitantes (IBGE, 2010). Tal corpo hídrico sofre quadro de  degradação ambiental, devido a evidente utilização inadequada do solo em sua bacia hidrográfica, propiciado, em grande parte, pela não aplicação dos regulamentos do Plano Diretor do município de Amambai, quanto à conservação dos cursos de água em área urbana. Para embasamento das análises dos impactos ambientais negativos da bacia hidrográfica foram consultadas bibliografias e leis pertinentes à questão, análise do Plano Diretor do Municipal e visita à área da bacia hidrográfica para compreensão de seus processos físicos e sociais. Foram confeccionados mapas temáticos, referentes ao uso do solo e referentes aos principais impactos negativos da bacia hidrográfica do córrego, além da elaboração de gráficos de uso da terra, e tabelas de identificação de impactos socioambientais negativos. Estes procedimentos possibilitaram a análise, sobretudo, dos problemas socioambientais em área de fundo de vale no Córrego da Lagoa, bem como a análise da própria ineficiência do poder público municipal em gerir estas áreas.


Palavras-chave


Amambai; Impactos Socioambientais; Bacia Hidrográfica do Córrego da Lagoa

Texto completo:

ARTIGO AUTORIZAÇÃO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v10i1.36971



Revista Geografar ISSN: 1981-089X