O DESENVOLVIMENTO HUMANO NOS MUNICÍPIOS DA MESORREGIÃO NOROESTE PARANAENSE

Luiz Henrique Paloschi Tomé, Jandir Ferrera de Lima

Resumo


O presente artigo analisa o desempenho do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) nos municípios que fazem parte da mesorregião Noroeste Paranaense entre 2000 e2010. Aanálise utiliza o IDHM estimado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Optou-se pela região Noroeste Paranaense, como objeto dessa análise, devido ao fato dela situar-se entre as mais pobres do Paraná, além de compor a “área estendida”, caracterizada pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES), como a área que apresenta um conjunto de indicadores de desenvolvimento socioeconômico entre os piores do Estado do Paraná. A pesquisa fez comparativos sobre os resultados do IDHM tanto para os municípios quanto para as microrregiões. Os resultados demonstraram que o conjunto das mesorregiões do Paraná apresentou IDH abaixo de 0,80, considerado indicador de forte desenvolvimento. No caso do Noroeste Paranaense, as microrregiões Paranavaí, Umuarama e Cianorte elevaram seus índices de desenvolvimento humano, saindo da condição de médio para alto. Quando comparadas as mesorregiões do Paraná, constatou-se que as três regiões com maior índice de desenvolvimento também eram as com maior crescimento econômico. Na região Noroeste, embora não tenha seguido o padrão de maior crescimento econômico, mais Desenvolvimento Humano em 2010, o IDH calculado para as suas regiões acompanhou a evolução da concentração do Produto Interno Bruto. As regiões do Noroeste do Paraná que apresentaram maior crescimento no IDH também foram as que tiveram maior elevação no crescimento econômico, evidenciando uma forte influência do crescimento econômico no desenvolvimento dessas regiões.


Palavras-chave


Desenvolvimento Humano; Geografia Humana; Economia Urbana; Economia Paranaense

Texto completo:

ARTIGO AUTORIZAÇÃO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v9i1.35872



Revista Geografar ISSN: 1981-089X