TRIBUTO A IEMANJÁ:FESTA(S) RELIGIOSA(S) NA PRAIA DO CASSINO-RIO GRANDE/RS-BRASIL

Rogério Amaral Pereira

Resumo


O artigo consiste no estudo de caso sobre festa popular de cunho religioso, em especial, a de homenagem a Iemanjá na Praia do Cassino, realizada entre os dias 1º e 2 de fevereiro. É uma das festas de cunho religioso afro-brasileira mais expressiva do Estado do Rio Grande do Sul, com mais de 50 anos ininterruptos de realizações. O objetivo do estudo é contextualizar sobre as manifestações populares ocorridas na festa, e também as suas relações simbólicas. Assim, as festividades também ocorrem em expressões culturais religiosas desdobradas fora do espaço festivo estabelecido pelo Poder Público Municipal. E a religiosidade popular torna-se o saber que significa o apreender do Mito da “Senhora do Mar”, ou seja, o “homicídio” da divindade para jamais esquecê-la. Com isto, o subsídio social do estudo é de exercer uma leitura científica desprovida de preconceitos ao manusear a festa popular de cunho religioso no debate sobre o espaço simbólico como aporte para compreensão das manifestações sociais, através da religiosidade popular constituída dentro do espaço urbano rio-grandino.    


Palavras-chave


Geografia da Religião; religiosidade popular; homenagem a Iemanjá; símbolos religiosos; turismo

Texto completo:

ARTIGO AUTORIZAÇÃO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v9i2.35671



Revista Geografar ISSN: 1981-089X