O TERRITÓRIO MUNICIPAL E A COMPETITIVIDADE ENTRE CIDADES COMO ATRATIVOS CORPORATIVOS: A PERVERSIDADE DOS INCENTIVOS FISCAIS.

Estevan Rodrigues Liska, Evânio dos Santos Branquinho

Resumo


Algumas transformações marcaram o Brasil durante a década de noventa, como o aumento das trocas internacionais de mercadorias, aumento dos fluxos internacionais de investimento, uma maior descentralização político-administrativa promovida pela constituição de 1988 e a diminuição das políticas de desenvolvimento regionais. No atual período, a competitividade fica restrita por meio das vantagens comparativas entre as cidades, se tornando fundamentais para a aquisição de investimentos. Sob o pretexto de desenvolver a economia local, diversos municípios têm lançado mão da renúncia fiscal para atrair atividades empresariais para seus territórios, em especial no ramo de serviços. Esta pesquisa fará; por meio de entrevistas, observações de diagnóstico, levantamentos bibliográficos e interpretações de dados econômicos e sociais; uma reflexão sobre os resultados da disputa creditícia existente dentro da microrregião de Alfenas, tratando das potencialidades como infraestrutura, das concessões fiscais e das desigualdades econômicas e sociais que se materializam sobre as cidades da região.


Palavras-chave


desigualdades; guerra dos lugares; isenções fiscais; microrregião de Alfenas..

Texto completo:

Artigo Autorização


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v7i1.25321



Revista Geografar ISSN: 1981-089X