IMPACTOS SÓCIO-AMBIENTAIS DO TURISMO EM ÁREAS LITORÂNEAS: UM ESTUDO DE PERCEPÇÃO AMBIENTAL NOS BALNEÁRIOS DE PRAIA DE LESTE, SANTA TERESINHA E IPANEMA – PARANÁ

Neumar Berguerand Ribeiro da Costa

Resumo


O presente trabalho objetivou realizar um estudo de percepção na visão dos moradores sobre os impactos sócio-ambientais ocasionados pela atividade turística nos balneários do litoral paranaense. Portanto, este visou detectar através da percepção ambiental, as possíveis transformações ocorridas bem como os meios para minimizar impactos negativos e conhecer as expectativas dos moradores quanto ao melhoramento local. Assim, a Percepção como orientação epistemológica calcada na subjetividade e na experiência vivida, veio melhor compreender a conduta e a reação dos indivíduos face à realidade sócio-econômica e ambiental do meio. Metodologicamente, o estudo compreendeu, além da bibliografia, a observação direta sobre fontes primárias como as anotações de campo e a pesquisa prática através da coleta de dados. Os principais resultados do estudo giraram em torno do turismo de férias concentrado nas temporadas e suas conseqüências. Desse modo, avaliações sobre percepção de impactos do turismo em áreas litorâneas vêm proporcionar um conjunto de bases reais para análise, interpretação e planejamento de espaços turistificados.

Palavras-chave


Impactos sócio-ambientais, percepção, turismo.

Texto completo:

ARTIGO AUTORIZAÇÃO


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v6i2.21217



Revista Geografar ISSN: 1981-089X