GLOBALIZAÇÃO E POBREZA: O CASO DO BRASIL

Fernando Antonio Salomão Loch

Resumo


A conceituação dos termos globalização e pobreza é complexa. Apesar dos estudos a respeito do primeiro termo serem recentes e, muitas vezes, controversos, a globalização, no sentido mais comumente utilizado, refere-se a um fenômeno sócio-econômico de integração entre os países ocorrido no século XX. No caso do Brasil, mais exatamente durante a sua abertura econômica. A pobreza, por sua vez, deve ser entendida como a escassez de uma gama de variáveis que vai além da análise da renda. Diversos autores defendem a idéia de que a globalização traz a pobreza. O Brasil aderindo a ela, tenderia a empobrecer. Entretanto, analisando dois trabalhos, do IPEA e do PNUD, respectivamente, verificou-se que diversos indicadores sociais melhoraram durante o período que o país esteve exposto ao fenômeno. Uma vez que os críticos comumente não se baseiam em dados estatísticos, infere-se que seus trabalhos são influenciados por pressupostos ideológicos.

Palavras chaves: Globalização; Indicadores Sociais; Pobreza.


Palavras-chave


Globalização; Indicadores Sociais; Pobreza.

Texto completo:

Artigo Autorização


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/geografar.v5i2.20141



Revista Geografar ISSN: 1981-089X