A emergência do ‘Terceiro Mundo’ e a questão da desigualdade nas Relações Internacionais: respostas teóricas a partir do Norte e do Sul Global

Lucas Guerra

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar uma análise das respostas teóricas propostas a partir tanto do Norte quanto do Sul Global à questão da desigualdade internacional colocada em evidência a partir da emergência do ‘Terceiro Mundo’ na política internacional. A partir de uma metodologia essencialmente qualitativa, constatamos que as perspectivas desenvolvidas em cada um desses lugares epistêmicos apontam em direções opostas: as formuladas no Sul ressaltam a relação intrínseca entre a desigualdade e o funcionamento histórico/estrutural da economia internacional, enquanto que as formuladas no Norte propõem uma assimilação dos países terceiro-mundistas aos modelos de desenvolvimento próprio dos países industrializados ocidentais.


Texto completo:

PDF

Referências


Beitz, C. R. (2001). Does Global Inequality Matter? Metaphilosophy, v. 32, p. 95-112.

Bourguignon, F. (2015). The globalization of inequality. Princeton University Press.

Dos Santos, T. (2001). A estrutura da dependência. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, São Paulo, v. 30, p. 5-18.

Escobar, A. (2007) La invención del Tercer Mundo: Construcción y deconstrucción del desarrollo. Caracas: Fundación Editorial el perro y la lana.

Guitard, O. (1962). Bandung y el despertar de los pueblos coloniales. Buenos Aires: Editorial Universitaria de Buenos Aires.

Gunder Frank, A. (2010). ‘The Development of Underdevelopment’, in: C. Chew e P. Lauderdale (eds.). Theory and Methodology of World Development: The writings of Andre Gunder Frank. New York: Palgrave Macmillan, p. 7-18. Capítulo 1.

Krasner, S. D. (1985) Structural Conflict: The Third World against Global Liberalism. Berkeley: University of California Press.

Kubálková, v.; Cruickshank, A. (1981). International Inequality. London: Croom Helm.

Leite, P. S. (2011). O Brasil e a cooperação sul-sul em três momentos de política externa: os governos Jânio Quadros/João Goulart, Ernesto Geisel e Luiz Inácio Lula da Silva. Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 2011.

N’Krumah, K. (1967). Neocolonialismo: O Último Estágio do Imperialismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Pogge, T. (2001). Priorities of Global Justice. Metaphilosophy, v. 32, n. 1/2, p. 6-24.

Rawls, J. (2000). The Law of Peoples. 2. ed. Cambridge: Harvard University Press.

Rostow, W. W. (1974). Etapas do desenvolvimento econômico: um manifesto não-comunista. Rio de Janeiro: Zahar, 1974.

Tucker, R. W. (1977). The Inequality of Nations. New York: Basic Books.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v8i1.67082

Apontamentos

  • Não há apontamentos.