Refugiados norte-coreanos: Adaptação e realocação social na Coreia do Sul

Bruna Leal Barcellos, Aline de Oliveira

Resumo


A comunidade internacional possui hoje uma responsabilidade no que tange aos direitos humanos, e dentro desse conceito, aos direitos dos refugiados. Os refugiados representam um grupo de indivíduos que devido a fatores fora de seu controle, devem deixar seu território em busca de abrigo em outro local ou comunidade. Compreendendo a contemporaneidade do tema, o presente artigo buscará fazer uma análise focada nos refugiados norte-coreanos, mais especificamente, como se da sua realocação social na Coreia do Sul. A partir de uma breve análise sobre a criação de políticas públicas e compreensão da Teoria da Interdependência Complexa, o artigo irá analisar o número de refugiados norte-coreanos que tiveram como destino a Coreia do Sul, assim como, os programas sul-coreanos para recebimento desses refugiados. A partir de uma análise bibliográfica e qualitativa, assim como, a leitura de dados quantitativos, o artigo apresenta uma análise que demonstra que, ainda que com políticas aplicadas para os refugiados, o Estado sul-coreano não consegue atingir sua população e garantir que o impacto das diferenças culturais e sociais não interfira na total realocação dos refugiados norte-coreanos.


Texto completo:

PDF

Referências


ACNUR BRASIL, Perguntas e respostas. 2018. Disponível em: < http://www.acnur.org/portugues/dados-sobre-refugio/perguntas-e-respostas/> Acesso em: 04 de abril de 2018.

ACNUR. Convenção de 1951. 2018. Disponível em: < http://www.acnur.org/portugues/convencao-de-1951/> Acesso em: 30 de maio de 2018.

ACNUR. Histórico. 2018. Disponível em: < http://www.acnur.org/portugues/historico/> Acesso em: 30 de maio de 2018.

AP, Some North Korean defectors wish they hadn't left in the first place, 2016. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

ARMSTRONG, Charles K. Korean History and Political Geography, 2016. Disponível em: Acesso em: 25 de Junho de 2016.

BYRNE, Leo. North Korean defection by the numbers. NK NEWS, 2015. Disponível em: Acesso em: 10 de agosto de 2016.

BYUN, Hannah, Embracing North Korean defectors, 2016, p. 01. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

CHANG-IL, Ohn, The Causes of the Korean War, 1950-1953, 2010. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

GO, Myong-Hyun, Resettling in South Korea: Challenges for Young North Korean Refugees, 2014, p. 01. Disponível em: Acesso em: 25 de mar. de 2016.

GOODWIN-GILL, Guy S. MCADAM, Jane. The Refugee in International Law. Oxford University Press, 3º ed., 2007.

ISHIYAMA, John, BREUNING, Marijke. 21st Century Political Science: A Reference Handbook, Sage Publications, Califórnia, 2011.

JIYOON, Kim.; et al. South Korean Attitudes toward North Korea and Reunification. Asan Public Opinion Report, The Asian Institute for Policy Studies, Seoul, 2015. Disponível em: < https://thediplomat.com/wp-content/uploads/2015/01/thediplomat_2015-01-29_13-53-09.pdf> Acesso em: 30 de maio de 2018.

KEOHANE, Robert O.; NYE, Joseph S. Power and Interdependence. Pearson, 4ª ed., 2011.

KOREA HANA FOUNDATION. Who we are, 2018. Disponível em: < https://www.koreahana.or.kr/eng/about/what_we_do.jsp> Acesso em: 30 de maio de 2018.

LADENBURG, Thomas. The Korean War and General MacArthur 2007, p. 73. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

LANKOV, Andrei. Bitter Taste of Paradise: North Korean Refugees in South Korea. Journal of East Asian Studies, Cambridge University Press, vol. 6, ed. 1, 105-137, 2006. Disponível em: < https://www.cambridge.org/core/journals/journal-of-east-asian-studies/article/bitter-taste-of-paradise-north-korean-refugees-in-south-korea/340C76A5EBB34DCB3985EF0E3F218077> Acesso em: 30 de maio de 2018.

LEE, Hyeon Ju, May I call you North Korean? Negotiating differences and imagining the Nation in South Korea, 2012, p. 06. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

LEE, Hyeon Ju, May I call you North Korean? Negotiating differences and imagining the Nation in South Korea, 2012, p. 96. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

MASIERO, Gilmar, A Economia Coreana: Características Estruturais, 2000, p. 01. Disponível em: Acesso em: 05 de jun. de 2016.

MASIERO, Gilmar, As lições da Coréia do Sul, 2003, p. 02. Disponível em: Acesso em: 05 de jun. de 2016.

MCMAHON, Robert J. ZEILER, Thomas W. Guide to U.S. Foreign Policy: A Diplomatic History, 2012.

MÉGDA, Yago S. O Panorama da Proteção Internacional dos Refugiados: A Problemática dos Refugiados Ambientais, o caso do Haiti e sua relação com o Brasil. Monografia -(Bacharelado em Relações Internacionais). Faculdade Damas da Instrução Cristã – FADIC, Recife, 2017.

MILER, Linda Karen, Japanese colonialism in Korea 1910-1945: A document based essay exercise, 2007. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

OH, Kongdan, Embracing North Korean Defectors: The “Small Unification” of Korea, 2010, p. 05. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

POHL, Laura Elizabeth, Unexpected Lives: North Korean Refugees in South Korea, 2006. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

RODRIGUES, Noeli. eoria da Interdependência: os conceitos de sensibilidade e vulnerabilidade nas Organizações Internacionais. Conjuntura Global, Vol.3, n.2, abr.jun., 2014, p. 107-116. Disponível em: Acesso em: 04 de abril de 2018.

SECCHI, Leonardo, Políticas Públicas : Conceitos, esquemas de análise, casos práticos. Encontro Brasileiro dos Programas de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas, 2011. Disponível em: < https://encontroprogramadeprotecao.files.wordpress.com/2011/11/ciclo-de-polc3adticas-pc3bablicas.pdf> Acesso em: 04 de abril de 2018.

SETH, Michael J. Routledge Handbook of Modern Korean History. Routledge, Nova Iorque, 2016.

SKOCPOL, Theda. EVANS, Peter B. RUESCHEMEYER, Dietrich. Bringing the State back in. Cambridge University Press, 1985.

South Korean Ministry of Unification. Disponível em: < http://www.unikorea.go.kr/eng_unikorea/relations/statistics/defectors/> Acesso: 10 de Agosto de 2016.

SOUZA, Celina. Políticas Públicas: Conceitos, Tipologias e Sub-Áreas. Fundação Luís Eduardo Magalhães, 2002. Disponível em: Acesso em: 04 de abril de 2018.

Strangers at Home: North Koreans in the South Crisis Group Asia Report N°208, 14 July 2011.

THE JAPAN TIMES, Japan’s need for foreign labor to get dire as 2050 nears, 2016. Disponível em: Acesso em: 04 de abril de 2018.

THE PEOPLE’S CHALLENGES, 2016, p. 01. Disponível em: Acesso em: 05 de jun. de 2016.

WANLISS, James. Socialist North Korea and Capitalist South Korea: An Experiment We Ignore at Our Peril, 2016. Disponível em: Acesso em: 25 de jun. de 2016.

White Paper on Korean Unification. Crisis Group interview, MOU official, Seoul, 2011.

YU, Chai-Shin, The New History of Korean Civilization. iUniverse, Indiana, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v7i2.59707

Apontamentos

  • Não há apontamentos.