Consolidação internacional da paz versus percepções locais sobre a paz: encontros e desencontros

Roberta Holanda Maschietto

Resumo


Este artigo discute a virada local na análise da consolidação da paz, em especial o conceito de paz híbrida, alertando para as limitações desse debate no que concerne à ótica cultural utilizada. Argumenta-se que, à medida que a discussão sobre paz híbrida está atada à da paz liberal e enfatiza dinâmicas de resistência, ela limita a própria discussão da dimensão cultural ao excluir da análise aspectos mais interpretativos sobre a paz, não necessariamente relacionados à paz liberal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v5i3.50543

Apontamentos

  • Não há apontamentos.