Open Journal Systems

MÍDIAS SOCIAIS COMO FONTE DE CONHECIMENTO PARA O PROCESSO DE PARTO NORMAL

Patrícia Pereira Vasconcelos, Bárbara Bruna Fernandes de Andrade, Kadja Elvira dos Anjos Silva Araújo, Hortência Héllen de Azevedo Medeiros, Maria do Socorro de Oliveira Costa, Mariana de Barros Correia, Danila Laina Ferreira

Resumo


Objetivo: verificar o conhecimento adquirido pelas gestantes para o processo de parto normal através das mídias sociais e a influência sobre a experiência do parto.
Metodologia: estudo qualitativo com 12 puérperas de um hospital filantrópico, na cidade de Recife-PE. Foram realizadas entrevistas individuais, entre dezembro de 2018 e fevereiro de 2019, e foi utilizada a metodologia de análise de conteúdo.
Resultados: após análise, emergiram duas categorias: Uso da mídia social como suporte de informações durante a gestação, e Expectativa para o parto vaginal através do conhecimento adquirido versus a realidade da experiência do parto vaginal.
Conclusão: em resposta ao déficit de educação em saúde, as mídias sociais ganharam espaço como principal fonte de informações e esclarecimento de dúvidas a respeito do parto. Os profissionais da saúde, conhecendo as fontes de informação utilizadas pelas gestantes, podem contribuir com as orientações e indicação de fontes seguras e com conteúdo de quaildade.


Palavras-chave


Parto Normal; Trabalho de Parto; Conhecimento; Mídias Sociais; Enfermagem Obstétrica.

Texto completo:

PDF PDF (English)