COMPOSTOS FENÓLICOS, CAROTENOIDES E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE EM FRUTOS DE CAJÁ-MANGA

José Roberto Chaves Neto, ANA PAULA PEREIRA SCHUNEMANN, Maria das Graças dos Santos Andrade, SILVANDA DE MELO SILVA

Abstract


O presente trabalho teve como objetivo quantificar os compostos fenólicos, carotenoides e atividade antioxidante de frutos de cajá-mangueira de diferentes genótipos de ocorrência espontânea no Estado da Paraíba. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado (DIC), com 3 genótipos (G1, G2 e G3), em três repetições. Os frutos foram analisados quanto ao conteúdo de ácido ascórbico, carotenoides totais, flavonoides amarelos, antocianinas, polifenóis extraíveis totais e atividade antioxidante. Os genótipos diferiram significativamente quanto ao conteúdo de ácido ascórbico, carotenoides totais, flavonoides amarelos e antocianinas. Os resultados demonstraram que o cajá-manga possui quantidades significativas de ácido ascórbico (46,49 mg.100 g-1). Considerando os baixos teores de flavonoides amarelos e antocianinas em polpa de cajá-manga, é possível inferir que a ação antioxidante exibida decorra, principalmente, da presença de ácido ascórbico e polifenóis extraíveis totais. O conteúdo de ácido ascórbico foi superior ao de frutas usualmente consumidas e atividade antioxidante próxima ao de frutas com um potencial antioxidante conhecido. A atividade antioxidante foi fortemente correlacionada com o conteúdo de ácido ascórbico. O conteúdo de ácido ascórbico, carotenoides totais, flavonoides amarelos e antocianinas contribuirão para a variabilidade entre genótipos, com ácido ascórbico inferindo a maior contribuição para esta variação.


Keywords


Spondias cytherea Sonn, Compostos fenólicos, Capacidade antioxidante, ABTS.



DOI: http://dx.doi.org/10.5380/bceppa.v36i1.58610

Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. ISSN:19839774