Analise sensorial da geleia mix das polpas de Cagaita e Mangaba

Flavio Santos Silva, Aroldo Arévalo Pinedo, Robert Taylor Rocha Bezerra, Breno Araújo Coelho

Abstract


O objetivo deste estudo foi avaliar o teste de aceitação sensorial de uma geleia elaborada com o mix das polpas de cagaita (Eugenia dysenterica) e mangaba (Hancoria speciosa). Foram elaboradas 03 (três) formulações de Mix das duas polpas, sendo a primeira formulação denominada de: MIX – G1 (40% de polpa de cagaita e 60% de mangaba), MIX – G2 (50% de polpa de cagaita e 50% de mangaba), e a terceira formulação MIX - G3 (60% de polpa de cagaita e 40% de mangaba). As formulações da geleia mix foram preparadas em proporções de 50 partes de fruta para 50 partes de açúcar, denominada tipo extra. Foram feitas analises sensoriais de aceitação do produto, em uma escala hedônica de 09 (nove) pontos, com 60 provadores não treinados, que estudaram os atributos aparência, aroma, textura, sabor e intenção de compra, onde todas as formulações analisadas tiveram índice de aceitação acima de 70%, sendo que o MIX denominado G1 alcançou um percentual de aceitação acima de 90%, e em relação a sua intenção de compra a mesma formulação MIX G1, alcançou um índice de 91,60%. Sobretudo isso evidencia a possibilidade da introdução no mercado à geleia com mix das duas polpas, aumentando a vida de prateleira e o valor agregado do fruto do cerrado.

 

Palavras-chave: Eugenia dysenterica, Hancoria speciosa, Formulações, Aceitação.

Keywords


processamento de alimentos; tecnologia de alimentos



DOI: http://dx.doi.org/10.5380/bceppa.v37i1.56707

Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. ISSN:19839774