Open Journal Systems

INFLUÊNCIA DO pH NA LIBERAÇÃO DE CÉLULAS PROBIÓTICAS ENCAPSULADAS EM ÁGAR-ÁGAR

ELISA LAURENTI, SANDRA GARCIA

Abstract


O objetivo deste estudo foi analisar a resistência do probiótico livre
- Saccharomyces cerevisiae - e sua liberação sob diferentes valores
de pH (4,5, 6,0 e 7,5) e tempos (5, 30 e 50 min) quando encapsulado
em ágar-ágar, além de avaliar a micro e a macro estrutura das
esferas. O probiótico livre mostrou-se resistente em todo o período
de avaliação, apresentando média de 93,6 % de viabilidade. A
levedura encapsulada em ágar-ágar foi gradualmente liberada
das esferas, com média de 86,6 % de células difundidas para o
meio externo nas diferentes soluções tampão. As inúmeras fi ssuras
e poros na matriz da esfera, observadas pelas microimagens, o
intumescimento das cápsulas em meio aquoso e a concentração
intracapsular empregada podem ter comprometido o total
aprisionamento das células no interior da cápsula. As esferas foram
fi sicamente resistentes, pois não se solubilizaram e se mantiveram
intactas durante o procedimento. Conclui-se que o ágar-ágar não
constitui material encapsulante adequado para conferir liberação
controlada do agente probiótico nas condições experimentais
propostas neste estudo.


Keywords


HIDROCOLÓIDE; LEVEDURA; LIBERAÇÃO CONTROLADA; MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE VARREDURA; Saccharomyces cerevisiae



DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cep.v32i2.39037