Meios massivos, audiências digitais: a campanha dos Cem Milhões de Uns e o modo de endereçamento da televisão em cenário de convergência

Rodrigo Martins Aragão

Resumo


Neste artigo, buscamos observar de que maneira as emissoras de televisão tentam se posicionar em relação às mudanças decorrentes do processo de convergência. Tomamos como caso de análise a campanha dos Cem Milhões de Uns, realizada pela Rede Globo, e transmitida entre os anos de 2017 e 2018. Observamos a campanha institucional como forma de a emissora construir e expressar sua imagem e propor uma forma própria de se relacionar com a sua audiência: seu modo de endereçamento. Seguindo a perspectiva teórico-metodológica dos modos de endereçamento, analisamos os vídeos da campanha. Identificamos que a emissora busca, por meio deles, evidenciar-se como empresa convergente, adaptada ao novo ecossistema midiático e atenta para atender às demandas de seu público digital.


Palavras-chave


Televisão; Convergência; Modo de endereçamento; Campanha; Rede Globo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/2238-0701.2021n22.08