Modelos em disputa: uma análise dos lugares da Netflix e da HBO no campo da produção audiovisual

Carolina Santos Fagundes, Tatiana Guenaga Aneas

Resumo


Fenômenos midiáticos podem acontecer com frequência, motivados pelas novas lógicas de produção, consumo e distribuição de conteúdo. Ao longo dos anos a televisão foi um importante meio para a implementação de novos modelos de produção, impulsionados pela evolução da tecnologia e mudança de hábitos de consumo do público. Essa lógica torna comum as trajetórias bem sucedidas de HBO e Netflix no campo audiovisual, que apesar de divergir em suas lógicas de funcionamento, tornaram-se referência em seus respectivos modelos de distribuição, Broadcasting e Streaming. O objetivo do presente trabalho é observar o campo audiovisual através das trajetórias de HBO e Netflix, aplicando os conceitos da Teoria dos Campos do sociólogo francês Pierre Bourdieu.

Palavras-chave


Netflix; HBO; streaming; broadcasting; campo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/2238-0701.2020n21.04