FAUNA IXODÍDEA DE ANIMAIS SILVESTRES DO ESTADO DO PARANÁ, BRASIL – DADOS PRELIMINARES

Jessica Damiana Marinho Valente, André Saldanha, Rafaella Martini, Rogério Ribas Lange, Thiago Fernandes Martins, Thállitha S. W. J. Vieira, Rafael F. C. Vieira

Resumo


Os carrapatos são conhecidos por parasitar uma variedade de hospedeiros domésticos e silvestres, incluindo mamíferos, aves, répteis e anfíbios. Além disso, muitos animais silvestres participam do ciclo epidemiológico de doenças transmitidas por carrapatos. Nesse sentido, o objetivo desse estudo foi identificar as espécies de carrapatos parasitando animais silvestres atendidos no Hospital Veterinário, Universidade Federal do paraná, Curitiba, Brasil. Os carrapatos foram coletados de 28 animais silvestres: uma anta (Tapirus terrestres), um cervídeo (Mazama sp.), um javali (Sus scrofa), dois bugios (Alouatta guariba), duas capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris), 9 ouriços-cacheiros (Sphiggurus villosus), quatro tamanduás-mirins (Tamandua tetradactyla), seis gambás (Didelphis spp.), um gato-mourisco (Herpailurus yagouaroundi) e um teiú (Tupinambis sp.). Ao todo, foram coletados 115 carrapatos (65 machos, 33 fêmeas e 17 ninfas): Amblyomma aureolatum (1M, 3F, 2N) em dois bugios, um gambá e um gato-mourisco; Amblyomma calcaratum (8M, 2F) em 4 tamanduás-mirins; Amblyomma dubitatum (6M, 1F, 7N) em duas capivaras e um gambá; Amblyomma fuscum (3F) em um teiú; Amblyomma longirostre (28M, 8F, 4N) e Amblyomma parkeri (4M, 3F, 3N) em nove ouriços-cacheiros; Amblyomma ovale (1F) em um javali; Amblyomma sculptum (6M, 7F) em uma anta e um javali; Haemaphysalis juxtakochi (1N) em um cervídeo e Ixodes loricatus (12M, 5F) em cinco gambás. Estudos são necessários para melhor avaliar o papel dessas espécies na epidemiologia das doenças transmitidas por carrapatos.

Palavras-chave


carrapatos; animais selvagens; Amblyomma spp.; Haemaphysalis spp.; Ixodes spp.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v15i5.77040

 Creative Commons License

BASE DE DADOSScopus  Sumário.Org  Google Scholar  BASE  Dimensions  DIRETÓRIOS:  Open Air  Genamics  EZB  Diretório Luso brasileiro  ROAD  Latindex  REDIB  Journal 4-free  PORTAIS:  LiVre  Capes  Science Open  World Wide Science  ÍNDICES:  Index Copernicus  Cite Factor