PESQUISA DE EHRLICHIA SPP. EM EQUINOS DO MUNICÍPIO DE PARANAGUÁ, PR – DADOS PRELIMINARES

Vanessa dos Santos Coradi, Nathália de Albuquerque Soares, Maria Joana Farias, Aparecida M. Silva, Jessica Damiana Marinho Valente, Larissa Roeder Ferrari, Rafael Felipe da Costa Vieira, Thállitha Samih Wischral Jayme Vieira

Resumo


Erliquioses são doenças transmitidas por carrapatos que afetam animais e seres humanos. No Brasil, Ehrlichia canis em cães e Ehrlichia minasensis em bovinos são as principais espécies descritas. Em equinos, uma potencial nova espécie de Ehrlichia foi descrita infectando animais do Brasil e da Nicarágua. Entretanto, o potencial vetor e sinais clínicos associados à infecção permanecem desconhecidos. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi avaliar equinos do município de Paranaguá, litoral do Estado do Paraná. Um total de cinco animais foram avaliados até o momento. O DNA das amostras foi extraído utilizando um kit comercial. Todas as amostras foram negativas para Ehrlichia spp. por PCR para os genes 16S rRNA e dsb de Ehrlichia. O gene endógeno gliceraldeído 3-fosfato desidrogenase (gapdh) foi amplificado em todas as amostras. Quatro de cinco (80%) equinos estavam infestados por carrapatos da espécie Amblyomma sculptum (1 M, 3 F e 2 ninfas) e um de cinco (20%) animal por carrapatos da espécie Dermacentor nitens (1 F). O estudo envolverá ainda a triagem sorológica dos equinos, bem como dos carrapatos por PCR em tempo real.


Palavras-chave


Erliquiose; cavalos; Amblyomma sculptum; Dermacentor nitens.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v15i5.77029

 Creative Commons License

BASE DE DADOSScopus  Sumário.Org  Google Scholar  BASE  Dimensions  DIRETÓRIOS:  Open Air  Genamics  EZB  Diretório Luso brasileiro  ROAD  Latindex  REDIB  Journal 4-free  PORTAIS:  LiVre  Capes  Science Open  World Wide Science  ÍNDICES:  Index Copernicus  Cite Factor