EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO LIPÍDICA PARA MATRIZES SUÍNAS NO PERÍODO PÓS PARTO SOBRE SEU INTERVALO DESMAME-ESTRO E, VARIAÇÃO DE PESO E ESCORE CORPORAL

Marley Conceição dos Santos, Kariny Fonseca da Silva, Letícia Dzierva, Isabella de Camargo Dias, Francielle de Oliveira Marx, Vitor Augusto Bernardini Zavelinski, Alex Maiorka

Resumo


Este trabalho buscou avaliar alternativas viáveis para diminuir a perda de peso e escore de condição corporal das porcas, bem como seu intervalo desmame-estro, testando a suplementação de óleo de soja, em cinco níveis, para 300 matrizes nos três primeiros dias pós parto. Os tratamentos foram: CO – Controle (apenas o óleo já presente na ração – 604,5g), T750 – 750g, T1000 – 1000g, T1250 – 1250g e T1500 – 1500g. Não foi observada diferença significativa para variação de peso e escore corporal das matrizes entre os tratamentos durante o período experimental, assim como sobre o IDE (P>0,05). Esse resultado provavelmente se deve ao que foi relatado por Zhang et al. (2018), que mostram que nos três primeiros dias de vida as porcas ainda não estão consumindo a quantidade de ração suficiente para suprir sua demanda nutricional, portanto mesmo a suplementação lipídica pode ser insuficiente para alcançar os níveis demandados. Considerando as condições experimentais deste estudo, a suplementação de óleo de soja para as matrizes nos três primeiros dias pós parto não tem efeito sobre a sua perda de peso e condição corporal na fase de maternidade, e não influencia seu intervalo desmame-estro subsequente.


Palavras-chave


Nutrição De Suínos; Óleo De Soja; Lactação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v15i5.76874

 Creative Commons License

BASE DE DADOSScopus  Sumário.Org  Google Scholar  BASE  Dimensions  DIRETÓRIOS:  Open Air  Genamics  EZB  Diretório Luso brasileiro  ROAD  Latindex  REDIB  Journal 4-free  PORTAIS:  LiVre  Capes  Science Open  World Wide Science  ÍNDICES:  Index Copernicus  Cite Factor