VALORIZAÇÃO DE DIETAS COM COQUETEL ENZIMÁTICO PARA TILÁPIAS DO NILO EM TEMPERATURA SUB-ÓTIMA

Veruska Dilyanne Silva Gomes, José Humberto Vilar da Silva, Alda Lúcia de Lima Amâncio, José Jordão Filho, Cacio Ribeiro Cavalcanti, Jorge Luiz dos Santos Almeida

Resumo


Temperaturas abaixo da zona de conforto (sub-ótimas) diminuem a
atividade metabólica do organismo, o que pode ocasionar perdas no crescimento e desenvolvimento dos peixes. Melhorar a disponibilidade de nutrientes pode favorecer os índices produtivos. Objetivou-se com este trabalho, avaliar a suplementação com coquetel enzimático (200 ppm de fitase, 400 ppm de protease e 200ppm de alfa-amilase) em dietas com redução nutricional sobre desempenho e composição físico-química corporal de tilápias mantidas em temperatura sub-ótima (23,15±0,2ºC). O experimento foi conduzido na UFPB/CCHSA por um período de 60
dias. Foram utilizados 260 alevinos machos de tilápia do Nilo, pós-indução sexual, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e cinco repetições. Sendo DC (dieta controle), DCEE (dieta controle com coquetel enzimático), DV1EE (redução em 1,32% de PB e ED + coquetel enzimático) e DV2EE (redução em 2,64% de PB e ED + coquetel enzimático). Foram avaliados os parâmetros de desempenho e composição físico-química da carcaça. A suplementação enzimática foi eficiente em disponibilizar nutrientes suprindo um déficit de até 2,64% de energia e proteína na dieta das tilápias submetidas a temperaturas sub-ótima.

Palavras-chave


Aditivos alimentares; Baixas temperaturas; Enzimas digestivas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v24i3.60178