EFEITOS DA APLICAÇÃO DE TRICHLORFON UTILIZADO NO TRATAMENTO DE PARASITOSES SOBRE MÉTRICAS BIOLÓGICAS DE Ctenopharingodon Idella (Valenciennes, 1844)

Ana Tereza Bittencourt Guimarães, Thaís Maylin Sobjak, Marília Melo Favalesso, Walter Antonio Pereira Boeger

Resumo


Este estudo avaliou, em condições laboratoriais, o efeito do uso de Trichlorfon para controle de parasitas – em níveis recomendados na literatura – sobre o crescimento, danos histológicos e possível bioacomulação em tecidos de carpa-carpim após tratamento. Dois ensaios com o mesmo desenho experimental foram conduzidos com 10 espécimes de C. idella em cada aquário, sob condições abióticas controladas. Trichlorfon 500 (ingrediente ativo de Triclorfon) foi adicionado à água do tanque a uma concentração de 0,25 mg/L, uma vez por semana durante cinco semanas consecutivas. Durante esse período, tomamos medidas biométricas e realizamos análises histológicas de brânquias e cromatografia da musculatura dos peixes. Os resultados indicam que Triclorfon promoveu alterações fisiológicas nos peixes analisados. No grupo de tratamento, houve uma inibição do apetite e uma diminuição no crescimento. Não houve diferenças histopatológicas significativas entre as amostras dos grupos controle e de tratamento. O cromatograma da amostra de músculo de peixe, coletado cinco dias após a última aplicação de Triclorfon, não indica evidência de bioacumulação para Triclorfon ou seus resíduos metabólicos. Assim, pode-se dizer preliminarmente que esse tipo de tratamento teve um baixo efeito sobre as estruturas morfológicas dos órgãos vitais e não foi acumulado no músculo do peixe. No entanto, o tratamento inibiu diretamente o crescimento, um dos fatores mais importantes no contexto da piscicultura

Palavras-chave


Bioacumulação; piscicultura; histomorfologia; organofosfatos

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v24i2.57734

Archives of Veterinary Science. ISSN: 1517-784X