CORRELAÇÃO DE ACHADOS MICROBIOLÓGICOS E CITOLÓGICOS COLETADOS POR BRONCOSCOPIA DE CÃES COM COLAPSO TRAQUEAL

Ana Carolina Rodrigues Benvenho, Rogério Luizari Guedes, Peterson Triches Dornbusch, Nilson Roberti Benites, Angelo João Stopiglia

Resumo


O colapso traqueal acomete principalmente cães de raças pequenas, de meia idade a idosos e seu diagnóstico é feito com base nos sinais clínicos e exames complementares. A traqueobroncoscopia permite avaliar o diâmetro da traqueia e dos segmentos brônquicos permitindo a coleta de amostras para citologia, histopatologia e culturas. O objetivo deste estudo foi verificar se há correlação entre infecção e inflamação traqueal em cães com colapso traqueal. Foram selecionados 28 animais: doze apresentando colapso traqueal e 16 hígidos que passaram por procedimento de traqueobroncoscopia, avaliando-se a traqueia seguido da coleta de material para cultura bacteriana e citologia. Após a análise dos resultados foi observada correlação positiva entre a ocorrência de inflamação e colapso de traqueia. Não foi observada correlação entre infecção bacteriana e inflamação ou entre infecção e colapso. Com um teste de dissimilaridade verificou-se que a população bacteriana da orofaringe foi semelhante à da traqueia nos cães de um mesmo grupo. Conclui-se que cães com colapso traqueal tendem à presença de processo inflamatório, porém não estando relacionada a infecções bacterianas. A composição das bactérias na traqueia sugere aspiração do conteúdo da orofaringe. 


Palavras-chave


estenose traqueal; cão; infecção bacteriana; inflamação; traqueobroncoscopia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v23i2.55616

 Creative Commons License

BASE DE DADOSScopus  Sumário.Org  Google Scholar  BASE  Dimensions  DIRETÓRIOS:  Open Air  Genamics  EZB  Diretório Luso brasileiro  ROAD  Latindex  REDIB  Journal 4-free  PORTAIS:  LiVre  Capes  Science Open  World Wide Science  ÍNDICES:  Index Copernicus  Cite Factor